Mesa Digital ou Analógica, em qual investir?

Mesa digital ou analógica, eis a questão! Por mais que a tecnologia avance e ofereça mesas digitais com os mais diversos recursos, cedo ou tarde todo músico se pergunta se uma mesa analógica já não seria capaz de atendê-lo em termos de qualidade sonora das suas performances. Nesse dilema que parece eterno, os puristas defendem as analógicas com unhas e dentes, mas os práticos não abrem mão da agilidade das digitais. 

Está a fim de investir numa mesa, mas não sabe se opta entre a mesa digital ou analógica? Confira os prós e contras de cada uma na lista abaixo e tome uma decisão segura:

Mesa digital ou analógica: diferença básica

Antes de pular para os prós e contras, o ideal é que você saiba a principal diferença entre essas mesas de som para mixagem. Enquanto a digital demanda informações digitais do som, a analógica tem a voltagem direcionada por meio do seu circuito. 

Com isso, a analógica demanda bons músicos - pois não dá para deixar tudo por conta do computador, concorda?- máquinas bem conservadas e fita, o que pode deixar o processo de gravação mais depurado no quesito qualidade musical, claro, mas bem mais caro dependendo do seu objetivo. 

Prós e Contras: Mesa Digital 

  • Diversidade de efeitos que podem ser gravados no software da própria mesa;
  • São menores que as analógicas e até mais práticas, pois chegam a utilizar o mesmo conjunto de controles para variados canais;
  •  Boa parte das mesas possui interface de áudio integrada, o que facilita na hora de mixar o áudio no computador;
  • Como a saída da mesa é digital, é preciso dispor de uma interface com entrada ótica para receber o sinal da mesa. 

 Prós e contras: Mesa Analógica

  • A gravação em fita possibilita um som mais puro, realçando baixo e bateria, embora a digital não fique atrás em termos de qualidade; 
  • Uma mesa analógica não soa igual a uma digital - que apresenta efeitos bem parecidos em seus equalizadores; 
  • Mesas analógicas não aceitam plugins para melhorar o som, o que nas digitais é oferecido com abundância - e os músicos desafinados agradecem! 
  • Filtros analógicos são mais naturais que os digitais, que demandam diversos plugins até que seja obtido o som desejado.  

Bom, agora que você está sabendo mais sobre as características de cada mesa, resta escolher a melhor loja para comprá-la. Há diversas marcas por aí, mas você deve encontrar a que melhor se encaixa ao seu perfil, bem como a que oferece os melhores recursos, e pelo menor preço. Para isso, é claro, conte com a orientação de um profissional ou consulte a opinião de colegas que já fazem uso de determinada marca. Acredite: há bastantes variações significativas entre uma marca e outra, logo, é preciso ficar atento na hora de comprar uma mesa digital ou analógica.    

E então, na sua opinião, as dicas desse post foram realmente úteis para te ajudar a escolher entre uma mesa digital ou analógica? Ainda tem alguma dúvida? Compartilhe com a gente nos comentários e ajude a enriquecer esse polêmico debate! 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!