Mad Chicken: resgatando Chris Cornell da tumba

O fato de que o novo álbum da Mad Chicken seja jocosamente intitulado "Chicken of the Grave" não se trata de mais um trocadilho infame ou mesmo um meme que os caras reproduzem com excelência em suas redes sociais. Justamente porque a sonoridade traz, das tumbas do cemitério Hollywood Forever, ninguém menos que Chris Cornell e todo o universo que um dia caracterizaria o grunge: incluindo aí Mother Love Bone, Alice in Chains e Soundgarden. Duvida? Dá um play em "In the pit", faixa que abre o álbum, e pire.

Sim, dessa vez a banda que tem base em Arcos-MG abriu uma brecha nas referências do doom metal e do hard-rock tradicional para embarcar na nostalgia de Seattle, e o resultado, além de acertado, é embriagante, pois os vocais de Filipe Xavier estão bem similares ao do outrora frontman do Soundgarden em "Badmotorfinger", que nos deixou em 2017 após cantar "In my time of dying", do Zepellin, no bis do derradeiro show de Detroit.

Segundo a própria banda sinaliza, ao longo das 11 faixas de "Chicken of The Grave" a sonoridade transita por diversas influências, iniciando com uma pegada mais stoner metal nas duas faixas de abertura (In The Pit/Devil Within), voltando para uma levada mais grunge na terceira faixa (Lies In Your Head) e segue nessa já tradicional mistura stoner/grunge até o final do álbum, que já é o mais comercial e acessível desses mineiros.

Seattle é aqui: Mad Chicken em Itaúna

As composições transitam entre alguns gêneros como stoner, grunge, sludge metal, mas a influência maior continua sendo Black Sabbath com uma pitada de vários diferentes sons que cada integrante da banda escuta.

Daniel Santos - Guitarra/teclados Mad Chicken

Ah, e sabe o que é o melhor de tudo isso? O Mad Chicken embala sua coletânea de novas canções extraídas da tumba do rock and roll com.... uma diversão dos infernos, (seja lá o que isso signifique).

vice fiori - arquivo pessoal
Vice Fiori - arquivo pessoal

Esse álbum foi forjado no ódio e tá lindo feito os infernos, é um Mad Chicken que você nunca ouviu lá atrás não, vai por mim, 'valer a pena' é pouco pra descrever.

Vice Fiori - MGS VYNIL

Entendendo "Chicken of the Grave"

‘Chicken of the Grave’ é o terceiro álbum da Mad Chicken, o segundo gravado durante a pandemia. Em 2020 a banda lançou ‘Homemade Demo Tape – Vol. II’, que trazia 2 músicas inéditas e 9 versões alternativas de músicas que já tinham gravado e costumavam tocar com maior frequência nos shows. Para Daniel Santos, guitarra e teclados da Mad Chicken, trata-se do álbum mais complexo da banda.

Mais um disco produzido de forma independente, gravado por nós mesmos, mas dessa vez com um pouco mais de tempo para fazer experimentos e alguns equipamentos novos que ajudaram a melhorar esse processo de gravação. Assim, conseguimos registrar as músicas do jeito que imaginávamos. As letras continuam abordando política, sociedade, algumas tratam de questões mais pessoais, sendo todas escritas pelo Filipe (vocalista). Enfim, tanto pela produção quanto pela composição, creio que esse seja o nosso mais complexo trabalho até agora.

Daniel Santos - Guitarra/teclados Mad Chicken
Arte belíssima da contracapa de "Chicken of the Grave"

Nesse novo álbum, são apresentadas 11 faixas inéditas, criadas a partir de riffs antigos guardados pela banda e outros riffs criados já durante a pandemia. Com exceção da faixa ‘Lies In Your Head’, que era uma composição de Filipe Xavier que já possuía letra e melodia há algum tempo, todas as demais faixas foram desenvolvidas e ensaiadas de forma instrumental desde outubro de 2020.

Inicialmente planejado para ser lançado em março de 2021, com as dificuldades impostas pela pandemia, a banda só conseguiu finalizar as gravações e o processo de mixagem do álbum em abril. Este é o terceiro trabalho da banda distribuído pelo selo Abraxas, dessa vez um lançamento em conjunto com o selo Limestone Records, da cidade natal da banda, Arcos-MG.

Full audition de Chicken of The Grave:

Faixas:

01. In The Pit
02. Devil Within (feat. Marcello Schevano)
03. Lies In Your Head
04. Self-Service Dialogue
05. Fake Model Life
06. Spellcaster
07. War In The City
08. Endless Storyline
09. On The Edge Of Reason (instrumental)
10. You Better Quit
11. Asteroid Belt

Créditos:

Filipe Xavier (vocal)
Daniel Santos (guitarra, teclado)
Michel Custódio (guitarra, optical theremin)
André Salviano (baixo)
Pedro Paim (bateria)

Participação especial: Marcello Schevano (solo de guitarra em ‘Devil Within’)

Música: Mad Chicken
Letras: Filipe Xavier

Produzido por Mad Chicken
Mixado por Michel Custódio

Gravado entre janeiro e abril de 2021

Arte da capa por Bruno Vanobberghen (www.artnouvelo.com)

Relembre a participação do Mad Chicken no Rock Cabeça da Rádio Inconfidência FM:

Reserve sua tumba:

Chicken of the Grave’ está disponível no Spotify, Deezer, YouTube, Amazon Music, Apple Music e demais plataformas de streaming. Download em formato MP3, FLAC e WAV pelo bandcamp. Também está rolando pré-venda de uma edição limitadíssima em vinil por aqui.

E então, o que achou da nova obra de arte do Mad Chicken? Deixe suas impressões aí nos comentários!

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!