The year punk broke: Radiotape e Devise ao vivo (Bônus: The Outs)

Que “Bodatista” e “Luz” não estejam estouradas nas maiores FM’s do país (se é que chegam a ir ao ar) é sintomático da preguiça que assolou a grande mídia em termos do bom e velho rock and roll feito essencialmente com composições. Não tem público? Pois vejam bem: minha mulher foi (quase que empurrada) ao Festival Supernova, na A Autêntica, com a expectativa de ver “umas bandinhas de amigos meus”. Qual não foi a surpresa dela quando Badaró sobe ao palco com o seu Radiotape? “Mas como assim, eles tocam muito bem!!!!” Tela azul total. E juro que, conforme o show avançava, testemunhei sua cabeça balançando, despistadamente, é claro.

Radiotape

Selfie com a família Badaró

Fato é que Radiotape e Devise representam com dignidade o que será o Rock Mineiro em 2018, e daí pra frente. São bandas que não escondem as influências gringas – mais frequentemente Beatles – e ainda assim dão aquele quê de mineiridade às performances, seja falando de comida ou de times de futebol.  Os vocalistas e líderes, Adilson Badaró (ou só Badaró, como ele prefere) e Luís Couto, mineiros do interior, são absolutamente os mesmos fora e em cima do palco. Dois profissionais centrados, que sabem administrar com suavidade tudo aquilo que se encontra no entorno da banda, incluindo marketing e divulgação.

radiotape

O Radiotape é basicamente o Skank sem saltos. Não escolhem soluções fáceis (a cover de “If I Needed Someone” demonstra que poderiam tranquilamente seguir na carreira como um Fab Four cover). O front-man Badaró, além de músico impecável – fruto de uma experiência que ele arrasta também como músico convidado e guitarrista side-man em outras bandas – é extremamente espirituoso no palco. Nós meio que observamos ele se transformar ao longo do set list, sinal de que ele, mais do que ninguém, está se divertindo. Provoca a plateia e se afirma um “romântico, porra” ao se declarar para a noiva, Verônica Magalhães, formando o casal mais legal do rock mineiro. (Ah sim, e eu agradeço a menção ao programa “Esse tal de Rock and Roll” em meio ao delírio, viu Badaró?)

E enquanto o Radiotape e seu soft-rock conquista os pouco adeptos ao som autoral com sua influência de alternative-rock dos anos 90 – eu juro que uma das intros  me lembrou fortemente o D alternado de “Into your Arms”, dos Lemonheads – o Devise traz a sua galera para a frente do palco. Muitos vestidos a caráter, com a logo Devise ou Oasis (não por acaso, bem semelhantes).

devise

Ao centro e no centro de tudo, o esguio Luís Couto deixa a timidez de lado e mostra quem manda na noite. A porrada instrumental é tanta que sua voz quase some. Estamos diante dos Pixies? Não, é apenas o jeito Devise de deixar bem claro o peso de cada integrante, especialmente o baixista Bruno Bontempo (Vaga Luz), que se espalha pelo palco e dá o tom stoner ao brit-pop de Couto. Pra completar, uma cover inusitada de “I wanna be adored”, rememorando o simbolismo do Stone Roses para a cultura pop.

Como no documentário “The Year punk broke”, um diário de viagem conjunto de tours de bandas como Nirvana, Dinosaur Jr. e Sonic Youth, creio ter visto uma versão mineira. Principalmente pelo fato de todas as bandas serem amigas, incluindo a headliner, os cariocas maneiros do The Outs. Em dado momento do show do Devise, Luís convida Badaró ao palco, que por sua vez faz humor com a “beleza” dos integrantes. “Não sou digno de dividir o palco com essas pessoas”, brinca. Estamos diante de amigos que sabem da importância de se manterem dignos e confiantes do trabalho que fazem com tanta coragem.

Pelo bem do rock, longa vida a Devise e Radiotape. Mark my words.

Bônus:

The chief não pode estar errado. O elogio de Noel Gallagher resume bem a sonoridade do The Outs, uma das bandas que melhor sorvem a influência do Oasis. Sem contar que os 4 garotos são de uma humildade incrível, e não ligaram de revelar que ficaram hospedados na casa do mecenas do indie rock, Luís Couto, durante a perna da tour em Belo Horizonte.

Escute a entrevista do The Outs para o quadro Rock Cabeça, da Inconfidência 100,9:

the outs

E aí, gosta também de The Outs, Devise e Radiotape? Deixa seu comentário aí embaixo! 

 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

  • Marcos Tadeu

    Vida longa pra vc tb vê!!!!!!

  • Marcos Tadeu

    Vida longa pra vc tb vê!!!!!!

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!