Liam Gallagher, o garoto enxaqueca do rock

Ele se inspira nos ídolos John Lennon e Johnny Rotten na hora de cantar. O visual é puro Ian Brown do Stone Roses. As roupas são da marca própria, a Pretty Green.  Hoje conhecido como líder do Beady Eye, Liam Gallagher ganhou fama como vocalista polêmico do Oasis. Graças ao seu carisma, a qualidade das músicas da banda que marcou o Brit-Pop e também pela sua especialidade em criar confusão aonde quer que vá e bater-boca, de preferência com o irmão Noel.


Turnês abandonadas no meio, televisores arremessados em piscinas, quartos de hotéis destruídos, ocorrências policiais em aviões, socos e xingamentos, muitos xingamentos. As brigas antológicas dos irmãos Gallagher ganharam as manchetes de tablóides mundiais. Liam e Noel muito tempo juntos era sinônimo de matéria quente. Ainda que nos palcos um pouco interagisse com o outro, nos bastidores é que a coisa pegava fogo. Até que um belo dia, no camarim da turnê de “Dig Out Your Soul” em 2009, revoltado com a recusa de Noel quanto a fazer propaganda da sua marca Pretty Green nos shows do Oasis, Liam resolveu fazer Noel de alvo, disparando vários objetos contra a sua cabeça. Ali Noel decretaria o fim do Oasis.

Reza a lenda que nem o clássico “Wonderwall” escapou de um arranca-rabo entre os irmãos. No auge da sua atitude rock and roll, ao ficar sabendo que Noel gravava uma faixa do segundo álbum do Oasis com o uso de um violão, Liam perdeu a cabeça, dirigiu-se ao estúdio em que o irmão estava, tirou o violão das suas mãos e o fez em pedacinhos. Acontece que o violão não era de Noel e sim do engenheiro de som. Constrangido, Noel não teve outra alternativa a não ser indenizar o engenheiro com o famoso violão de “Wonderwall”. Fato é que, enquanto Noel sempre foi aberto a novas experiências musicais, Liam procura se manter fiel ao bom e velho rock and roll, com influências de Beatles, TheWho e The Jam. E agora você confere uma versão de Liam para Carnation do The Jam de Paul Weller.

Fãs que já se encontraram com Liam no Brasil e foram agraciados com autógrafos e até um bate-papo garantem que a pose de turrão é fabricada pela mídia. Sinal de que, de certa forma, Liam tem uma personalidade autêntica, que fala o que vem na cabeça e reage como quer a provocações de outros músicos e personalidades. Diferente de Noel, que é mais comedido, porém não menos ácido. Talvez por isso sejam tão raras as participações de Liam em trabalhos de outros artistas, diferente de Noel.  Uma exceção à regra é a música “Scorpio Rising” do Death in Vegas, que se beneficiou do vocal em ótima forma de Liam:

Apesar das falsas promessas de uma reunião do Oasis, Liam continua firme à frente do Beady Eye, enquanto Noel lança o segundo álbum com os Flying Birds. Até hoje os dois ainda não se falaram depois do fim da banda em 2009, ainda que a mãe insista na reconciliação. As provocações entre eles continuam: Noel chama o Beady Eye de maior banda cover de Oasis do mundo, enquanto Liam chama Noel de “little bitch”. É esperar para ver se algum dia os dois voltarão aos palcos sem ser para alvejar um ao outro.

Liam-Gallagher-rock-cabeca

Gosta mais de Liam ou Noel? Entre nessa polêmica através dos comentários abaixo!

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!