Renato Godá: o nômade caseiro