Bernardo Bauer: só um homem