It’s me, hi! Taylor Swift recebe oito indicações no VMA e anuncia 1989 (Taylor’s Version)

It’s me, hi! Taylor Swift recebe oito indicações no VMA e anuncia 1989 (Taylor’s Version)

Semana agitada para o mundo swiftie que já começa com as oito indicações de Taylor ao VMA 2023. Nesta última terça-feira (8), a MTV divulgou os nomes que concorrem às 15 principais categorias da premiação e, não surpreendentemente, o destaque vai para a loirinha que é o maior fenômeno da atualidade. Foram sete indicações pelo videoclipe de “Anti-Hero” (incluindo Vídeo do Ano, a principal categoria da premiação) e ainda mais uma indicação para Artista do Ano.

https://twitter.com/taylornation13/status/1689018461274374144?s=46&t=yDy43YlCjBicvmPp8k8LYw

Desde 2014, quando lançou o “1989”, seu quinto álbum de estúdio e o primeiro inteiramente pop, Taylor Swift se tornou um dos nomes mais importantes do gênero e interliga sua relevância com o próprio VMA. Na edição do ano passado, ao receber o prêmio de Vídeo do Ano, no discurso de agradecimento, Taylor aproveitou a deixa e anunciou o lançamento de seu décimo disco, o “Midnights”, que veio a se tornar um sucesso absoluto ocupando todo o top 10 da parada Billboard logo na sua semana de lançamento.

Número 1 nas paradas, “Anti-Hero” foi escolhida para ser o lead single do novo álbum e é declaradamente umas das músicas favoritas da própria Taylor Swift, que disse nunca ter mergulhado tão fundo em suas inseguranças com tantos detalhes antes.

Desde então Taylor vem trabalhando cada vez mais com os seus sentimentos de insegurança e vem demonstrando mais confiança consigo mesma e com o seu trabalho, algo bastante nítido, por exemplo, na divulgação da sua mais recente regravação que estar por vir. O último show da leg estadunidense da “The Eras Tour”, realizado em Los Angeles, ficou marcado pelo anúncio do lançamento de “1989 (Taylor’s Version)”

Na capa do álbum que será disponibilizado no dia 27 de outubro de 2023, vemos uma Taylor sorridente, segura de si e em estado de pura felicidade. Esta é a primeira vez que ela estampa a capa principal de um álbum com o seu sorriso. Ela se sente livre como as gaivotas em pleno voo por viver a sua melhor fase.

(Taylor Swift anuncia no Sofi Stadium, em Los Angeles, o lançamento da regravação de “1989”, o álbum de música pop mais premiado da história)

O VMA 2023 é das mulheres

Além de Taylor Swift, muitas mulheres incríveis continuam fazendo o seu nome e neste ano a premiação chega a uma marca histórica. A categoria de Artista do Ano, uma das principais da premiação será inteiramente composta por artistas femininas. Ou seja, o VMA de 2023 já promete apenas pela lista de indicações.

Mas o que mais podemos esperar? Mesmo ainda sem muitas informações em relação à artistas que estarão presentes no evento e performances, a expectativa é para uma edição marcante que começa já fazendo história com a lista de indicações.

Outra artista que vale ser mencionada e vem chamando bastante a atenção do público e da crítica ao longo deste ano foi SZA, cantora de R&B e hip-hop, que foi a segunda mais indicada pelo VMA com seis nomeações, incluindo a principal categoria da noite com “Kill Bill”. E já adianto que essa música não saiu dos meus fones de ouvido desde que foi lançada e garantiu presença na minha playlist de favoritas de 2023. 

E eu não fui a única a dar tantos replays no hit lançado por SZA, já que a música chegou a a um bilhão de streams no Spotify, sendo esta sua primeira música solo a atingir essa marca na plataforma. Além disso, no YouTube o clipe de “Kill Bill” até então soma quase 79 milhões de visualizações e fez bastante sucesso por ser inspirado no clássico filme de Quentin Tarantino, que tem o mesmo nome da canção e é estrelado por Uma Thurman.

Vai Brasil! (de novo)

O passaporte de Anitta para as premiações internacionais fica cada vez mais carimbado. A representante brasileira recebeu a sua segunda indicação consecutiva no VMA e disputa novamente a categoria de Melhor Clipe Latino, desta vez com “Funk Rave”, o seu mais recente lançamento.

No ano passado, Anitta chegou a faturar o astronauta prateado pelo sucesso estrondoso que conquistou com “Envolver”.  Com o hit, além de ter sido a primeira brasileira a ocupar o Top 1 Global do Spotify, somou com o videoclipe mais de 567 milhões de visualizações no YouTube. 

Mas, será que vai dar Brasil de novo? Em 2023 a concorrência fica um pouquinho mais acirrada com Bad Bunny, Karol G, Shakira, Rosalía, Eslabon Armado, Peso Pluma e Grupo Frontera disputando a mesma categoria. 

O VMA e sua grandiosidade

O MTV Video Music Awards, é com certeza uma das premiações mais badaladas dos Estados Unidos. Até porque vários momentos marcantes e para sempre lembrados da cultura pop aconteceram nesse evento. 

Só pra ter uma ideia básica, o VMA e seu nada singelo red carpet já foram palco para o vestido de carne da Lady Gaga em 2010, para performances polêmicas como a de Robin Thicke e Miley Cyrus que cantaram “Blurred Lines” em 2013; e o beijo entre Madonna, Britney Spears e Christina Aguilera na edição de 2003. Além disso como falar de baphos dos VMAs, sem mencionar o maior constrangimento da história das premiações que rolou no ano de 2009 com Kanye West desmerecendo/humilhando Taylor Swift que havia vencido o prêmio de Melhor Video Feminino com “You Belong With Me” para enaltecer o clipe “Single Ladies” de Beyoncé.

A lista de grandes momentos da premiação é extensa e a cada ano pelo menos uma surpresa é garantida. Talvez seja por isso que o VMA seja uma das premiações do show business mais queridas pelo público e pelos fãs de música. Afinal de contas, quem não adora comentar com os amigos as fofocas e tudo o que rola no mundo das celebridades?

Fato é que não sabemos exatamente o que esperar desta edição que será realizada no dia 12 de setembro, no Prudential Center, em Nova Jersey (EUA), mas para uma grande premiação, grandes coisas sempre podem acontecer.

Ana Luiza Pereira

Ana Luiza Pereira

Jornalista em formação pela PUC Minas. Apaixonada pelo universo dos esportes e da cultura pop, mas que também adora um bom rock n’ roll. Trabalha principalmente com o futebol, mas nas horas vagas adora se jogar e se aventurar no mundo da música, dos filmes, livros e séries de TV.