Pay to Play: debate sobre casas de show em BH

Que a música produzida em Belo Horizonte nunca esteve tão efervescente, só não vê quem não quer. Que os artistas daqui estão mais criativos do que nunca é outra realidade difícil de ignorar. Porém, onde é que essa turma toda pode mostrar o seu trabalho? Estádios, esplanadas, casas de show, teatro, na rua?

A capital mineira tem consolidado ótimos espaços, e o que é melhor, para todos os gostos. Na frente da música autoral, temos Matriz, A Obra e A Autêntica, entre outras. Isso sem contar os bares e restaurantes que entram na jogada não só para oferecer shows de bandas ainda pouco conhecidas e qualificadas, mas para atrair uma nova clientela.

Para shows de médio e pequeno porte, o Music Hall tem se demonstrado uma estrutura mais que suficiente (e eficiente). Já o cover tem o seu próprio circuito, o Circuito do Rock (Jack Rock Bar e Lord PUB), além de casas como Stonehenge – que revezam entre cover e autoral.

jack rock

No último Rock Cabeça de março, chamamos para o debate o Bruno Vilaça, produtor geral do Circuito, e o Léo Moraes, da A Autêntica. Vem ver como foram as conversas:

Confira a entrevista de Bruno Vilaça, do Jack Rock Bar e Lord Pub, no Rock Cabeça, da Rádio Inconfidência:

Fotos Institucionais - A Autêntica 2017 © Flávio Charchar

Fotos Institucionais – A Autêntica 2017 © Flávio Charchar

Ouça a entrevista de Léo Moraes, da casa A Autêntica, para o Rock Cabeça da 100,9 FM:

E você, já foi a alguma dessas casas? Conta para nós sobre suas experiências. 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

  • Pedro Melo

    Pela primeira vez na mídia Belo-horizontina ouço um contratante do Rock dando o caminho das pedras para as Bandas. É confortante saber que o Bruno Vilaça é um homo sapiens e que o Léo continua orando por nós. Contrapartida é um conceito que nós músicos estamos praticando e por isso é verdade a descrição inicial sobre a cena mineira.

    • Marcos Tadeu

      Contrapartida é pouco. Vocês, artistas indie, são a razão de ser disso tudo.

  • Bruno Pylro

    Ambas as entrevistas muito boas.
    Dois planos de negócio que envolvem música e entretenimento porém com pegadas diferentes.
    Agora fiquei bem interessado nessa categoria sócio autêntica! Será em primeira mão aqui no site?

    • Marcos Tadeu

      Pylro. Por enquanto o Léo soltou no Facebook pessoal dele e por aqui. Mais informações ele deve soltar este mês.

      • Bruno Pylro

        Top!
        Vou acompanhar lá!
        Valeu!

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!