Morrissey (e eu) na Broadway

Quais as canções que já te fizeram chorar e as canções que salvaram sua vida? Certamente, a dupla Morrissey/Marr está envolvida no meu ranking. No momento em que escrevo esse relato, ainda não quitei os ingressos comprados de última hora para o último show da residência de Morrissey no teatro Lunt Fontanne, bem no coração da Times Square, em maio.

Talvez porque assistir Morrissey não tenha preço, especialmente em uma ocasião como essa. Especialmente porque ninguém esperava que Moz iria cumprir à risca sua agenda de 7 shows seguidos em Nova Iorque.

Fato é que ele não só compareceu a todos os shows, como lotou o teatro. Faltando pouco mais de uma hora para a apresentação, a fila já se enumerava no passeio da Broadway. Pessoas das mais diversas faixas etárias, muitos com camisetas dos Smiths, enquanto ambulantes vendiam peças de arte inspiradas em fotos de Morrissey. Mesmo em tempos nos quais é taxado de “fascista” ou admirador da extrema direita, o público deixou se vencer pela qualidade das canções – tanto da carreira solo como dos Smiths. Segundo o próprio cantor mencionou em meio ao derradeiro show:

“A imprensa britânica tem um “crush” por mim, mas estar aqui, em Nova Iorque nos últimos dias, fez tudo compensar” – Moz

Set list “surpresa”

Quanto ao show em si, podemos dizer que a surpresa maior ficou por conta do set list, uma vez que todos os 7 shows tiveram grandes variações. Embora não tenha sido dessa vez que eu pude assistir “Suedehead” ao vivo, pelo menos pude me emocionar com uma das minhas preferidas do repertório solo : “Alma Matters” e com a homenagem a Chrissie Hyndie na cover de “Back on the chain gang”. Ah, sim, e pela primeira vez ouvimos uma execução de “I won’t share you”, do álbum “Strangeways here we come”dos Smiths. Veja abaixo:

SETLIST: Morrissey @ The Lunt-Fontanne Theatre 11/5/2019

The Last of the Famous International Playboys
How Soon Is Now? (The Smiths)
Irish Blood, English Heart
You’re the One for Me, Fatty
Alma Matters
I’m Throwing My Arms Around Paris
Morning Starship (Jobriath cover)
Spent the Day in Bed
Munich Air Disaster 1958
The Bullfighter Dies
If You Don’t Like Me, Don’t Look at Me
Seasick, Yet Still Docked
Girl Afraid (The Smiths)
Back on the Chain Gang (The Pretenders cover)
Jack the Ripper
I Won’t Share You (live debut)
Everyday Is Like Sunday
What She Said (The Smiths)

Bis:
First of the Gang to Die

Além da residência na Broadway, Morrissey celebrou o lançamento do seu disco de covers “incomuns”, o qual ele espalhafatosamente apresentou no palco: ao manusear o vinil, contracapa e encarte, Morrissey enfatizou que se trata de um disco DELE. E a gente não precisa de outra coisa a não ser isso, Moz. Nos vemos no Brasil!

E você, também curte Morrissey? Comente!

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!