Bruno Gouveia e o novo ciclo do Biquini Cavadão

Você sabe quantas voltas o mundo dá?

biquini cavadão

A imponderabilidade da vida“. É sobre isso que tratam as 12 canções do último álbum do Biquini Cavadão, “As voltas que o mundo dá”, inaugurando um novo ciclo para a banda, que já conta com 32 anos de carreira e uma fileira de hits como “Zé Ninguém”, “Tédio”, “Timidez”, “Vento Ventania”, entre tantos outros que marcaram a virada dos anos 80 para os 90.

Biquini Cavadão

E como o Biquini Cavadão, um ícone do pop-rock brasileiro, consegue manter sua relevância em pleno 2017 entre tantas bandas paridas da noite para o dia no YouTube, música eletrônica, divas inúmeras, sem contar os subgêneros como sofrência, sertanejo universitário e funk?

É o que você descobre nesta entrevista com o vocalista Bruno Gouveia, do Biquini Cavadão, para o quadro Rock Cabeça do “Esse tal de Rock and Roll” da 100,9. Confira:

Veja o vídeo de “Um rio sempre beija o mar”:

O Biquini Cavadão está rodando o país com a turnê “As voltas que o Biquini dá”. No último sábado, tocou para um Km De Vantagens Hall lotado e totalmente empolgado em Belo Horizonte.

E você, curte o Biquini? O que achou da nova música de trabalho? Conta pra nós aí nos comentários! 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

  • Camila Martorelli

    Não é à toa que sou fã dessa banda. E quando digo banda, quero deixar claro que me refiro a todos os integrantes, cada um com uma função diferente, mas de mesmo peso e prestígio. Sou fã até dos músicos convidados. Aliás, saudades eternas do Patrick. Não é nada pessoal, Magal, vc tbm arrasa, mas no Biquini todos são insubstituíveis e, como não conheci o Sheik, meu baixista sempre será o Patrick. Adoro ter a certeza de que o Biquini é uma banda inseparável, onde ninguém tem a necessidade de lançar algo sozinho, pois se satisfazem por completo ali.
    Mesmo com tantos sucessos consagrados, o Biquini segue na estrada lançando ótimos sons novos. É o caso de “Um rio sempre beija o mar”, desse novo álbum, de “No mesmo lugar”, do álbum Me Leve Sem Destino, de “Entre beijos e mais beijos”, do álbum Roda Gigante… . Ao longo desses 32 anos, o Biquini nunca se acomodou e tenho certeza de que nunca se acomodará. Não lançam discos com tanta frequência para provar nada para ninguém, mas por satisfação pessoal. Satisfação e verdade que qualquer um que vá aos seus shows presenciará. Costumo dizer que só que já foi a um show do Biquini sabe o que é um show de verdade. Eu já fui em 9 e ainda irei a muitos outros, se Deus quiser. Meu último foi há poucos dias, no Imperator, e, desde então, “Soltos pelo ar” não sai da minha cabeça. Como se agora anunciasse não só a entrada da banda, mas um próximo show perto de mim muito em breve. Que venha Padre Miguel e muitos outros. Vida longa ao Biquini!

    • Marcos Tadeu

      Muito bacana seu relato, Camila. Obrigado!

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!