A influência do rock no The Voice Kids

Já que o assunto é The Voice Kids, você deve estar se perguntando: vamos falar da rixa eterna entre Ivete e Cláudia? Não! Vamos falar de um novo jurado que foi escalado para a edição do ano que vem e está gerando burburinho? Também não! O assunto relacionado ao programa são as escolhas musicais dos pimpolhos que têm me surpreendido a cada domingo. Como não se impressionar com o João Pedro de 11 anos que emocionou a todos cantando Queen?

Ou não vibrar com a Mayara que homenageou Cássia Eller? De onde vêm as influências musicais dessa galerinha?

De onde nasce a influência Rock’n’roll

Não existe local e muito menos data, a influência musical é algo inerente à realidade de cada um. Ela se relaciona diretamente com quem você conviveu, que tipo de conteúdo assistiu e com qual estilo se identificou. Ao analisarmos as apresentações do The Voice Kids, podemos perceber que os ritmos apresentados são os mais variados. Além de impressionarem com a potência da voz, os pequenos têm impressionado com a personalidade e estilo próprio de cada um, que nasceu e foi construído ao passar do tempo. Ao realizar uma análise, mesmo que superficial, sobre as apresentações de cada domingo, percebemos que o rock não tem endereço, não tem CEP. Suas batidas fortes e precisas estão presentes de norte a sul, de leste a oeste e, mesmo sendo considerado um ritmo da rebeldia e do radicalismo, encaixa-se muito bem na inocência de uma criança.

Pausa para pensar!

the-voice-kids-rock-cabeca

Ao escolher uma música para cantar no The Voice (levando em consideração que você estará nervoso e inseguro), lembre-se que tem que ser uma melodia que te emocione naturalmente e uma letra que você saiba de cor e salteado. Logo, a menina que cantou Cássia Eller realmente se identifica com aquela música. Agora, se ela tem 12 anos e a Cássia morreu há 14, de onde ela descobriu a potência vocal da eterna garotinha? Resposta impossível de te dar! Mas podemos continuar com esse pensamento. Bora? Se ela gosta de Cássia Eller, provavelmente já deve ter ouvido falar de Rita Lee, Nando Reis, Kid Abelha, ou não! Ela pode gostar de Cássia Eller e se identificar também com a Ivete Sangalo, Falamansa ou Luan Santana. NADA IMPEDE, CARA! Nessa parada de influências musicais, o que a gente tem que ter em mente é que regras não existem. Assim como ritmos e estereótipos também não! Crianças podem gostar de rock e também podem ser roqueiros (Salve, salve, Pitty!). Bom, vamos concluir esse pensamento: influência se constrói, se vivencia, se descobre… e assim como viver é LIVRE, suas influências também são.

Por isso, molecada: se joga nessa que tá bonito! E você, também está curtindo as performances do The Voice Kids? Conta aí nos comentários!

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

  • Alexandre Santos

    Alguma coisa boa no domingo a tarde…apesar de achar que as crianças de hoje estão muito artificiais e com trejeitos de adulto….

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!