2017: o ano de Lorde

Lorde finalmente voltará às nossas vidas, 4 anos após o lançamento de seu EP

Com a chegada de 2017, vários grandes artistas se preparam para um retorno glorioso aos palcos e ao topo das paradas mundiais, com um novo álbum e novas histórias.

Após uma pausa prolongada, com um único álbum lançado – mas que conquistou e dominou um grande público – Lorde, de apenas 20 anos, já é presença confirmada nos festivais CoachellaGovernors Ball.

Ou seja, um novo trabalho será apresentado aos fãs em breve! Tudo indica que até abril, mês do festival, teremos alguma novidade e nós não estamos sabendo lidar com tanta ansiedade!

Resultado de imagem para oak park river forest high school

Acho que está na hora de dançarmos“, publicou a cantora no Twitter, após a divulgação do lineup do Coachella, que ocorrerá na Califórnia durante dois finais de semanas de abril.

Lorde finalmente voltará às nossas vidas, 4 anos após o lançamento de seu EP “The Love Club“, e seu primeiro álbum de estúdio, “Pure Heroine“. Desde novembro de 2014, a neozelandesa não faz um show. Ano em que estava com a “Pure Heroine Tour”, promovendo o seu disco. O single “Yellow Flicker Beat”, tema do filme “Jogos Vorazes: A Esperança, Parte 1”, foi o último lançamento inédito da artista, lançado ainda em 2014.

Em 2015, a moça foi convidada para fazer uma participação, no segundo álbum de estúdio do duo britânico de DJs, Disclosure. A música “Magnets”, possui um clipe com mais de 80 milhões de visualizações, e tornou-se uma das músicas mais populares do disco.

Lançado em  setembro de 2013, o álbum “Pure Heroine” teve como principal destaque o single “Royals”, que atingiu o número #1, no Hot 100 chart, em apenas 1 mês! Com o sucesso imediato, a cantora se apresentou em grandes premiações: Grammy Awards e BRIT Awards, ambos são importantíssimos eventos do mundo da música. As canções “Tennis Court” e “Team” também foram promovidas a single.

O disco possui uma sonoridade inspirada pelos estilos dream pop e electropop, com fortes influência de música eletrônica. Foi um dos melhores lançamentos de 2013 e estreou na primeira posição das tabelas musicais da Nova Zelândia e da Austrália, onde se tornou um dos dez mais vendidos do ano!  O álbum foi disco de ouro na Alemanha, Brasil, Colômbia, França, México, Reino Unido e Suécia. Além disso, foi platina dupla em países como Austrália, Canadá e Estados Unidos. Realeza total!

LORDE NO BRASIL

Em 2014, a neozelandesa veio ao país, à cidade de São Paulo, para se apresentar na terceira edição do Lollapalooza Brasil. Lorde foi hipnótica e carismática, e demonstrava emoção e afinação em todas as letras. O clímax veio com “Royals”, em que a cantora surgiu com uma bandeira do Brasil, sendo ovacionada pelo público. Os fãs lotaram o gramando e barrancos nas imediações do palco Interlagos.

Com tanto sucesso e uma repercussão positiva de seu primeiro trabalho, não há dúvidas de que Lorde nos surpreenderá em sua nova fase. Agora, é só aguardamos cada novo passo da cantora, rumo ao segundo disco. A realeza está voltando. 2017 tem tudo para ser o ano de Lorde.

Também curte Lorde? Conta aí nos comentários!

 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

ROCK CABEÇA no seu email!

Quer ler mais notícias como essa, diariamente?
Escreva seu email para receber todas as atualizações do site, direto na sua caixa de entrada. É gratuito e sem Spam

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!

ROCK CABEÇA no seu email!

Que tal fazer parte da realeza do rock, com artigos exclusivos sobre os maiores astros e os melhores shows do mundo?

I’m the Prince of Darkness” - Ozzy

Não se esqueça de clicar no email de confirmação!